Usamos cookies para personalizar e melhorar a sua experiência.
Para saber mais, consulte a nossa Política de cookies.

Fechar

Está curtindo o conteúdo?

O Boletim isaac entrega semanalmente, na sua caixa de entrada, mais materiais como esse.
Inscreva-se aquiNão quero me inscrever.
Pedagógico

Festa Junina: conheça a origem e curiosidades

O dia de São João está chegando e, com ele, a festa Junina. Veja a origem e curiosidades sobre a data e aproveite para preparar a sua escola para a festividade.

Publicado em
9/6/2023
07min
💡 Dica: se a palavra estiver azul, ela é clicável e te leva ao link com mais detalhes!

Com a chegada do inverno, vem também a expectativa para uma das festividades mais populares da cultura brasileira: a festa junina. E tão tradicional quanto as quermesses de rua e das paróquias, são as festividades organizadas pelas escolas, que reúnem pais, alunos e equipe escolar em uma grande festa.

Você, gestor, sabe como comemorar festa junina nas escolas é importante, já que essa é uma data muito forte na cultura do país. 

Mas e se, este ano, além de planejar um arraial escolar, o seu colégio também aproveitar a oportunidade para passar aos alunos informações sobre a origem da festividade, trazendo para mais perto dos estudantes a cultura brasileira e as curiosidades sobre o famoso Dia de São João?

Origem da Festa Junina

Segundo historiadores, as festividades de junho têm origem pagã, e estariam ligadas ao solstício de verão que acontece nessa época do ano na Europa. Seu objetivo era afastar pragas e outros infortúnios das colheitas.

No entanto, no momento em que o cristianismo se consolida na Europa, essa festa acaba sendo incorporada ao calendário do catolicismo, como um tributo a São João que é celebrado oficialmente no dia 24 de junho,  a São Pedro e Santo Antônio, também homenageados no mês de junho.

No Brasil, a festa junina remonta ao século XVI, trazida pelos colonizadores portugueses. Inicialmente chamada de Festa Joanina, em referência a São João, teve o seu nome alterado ao longo dos anos para fazer referência ao mês de junho, quando acontece. 

Curiosidades da festividade de São João

Apesar de, no passado, a festa junina muito ser ligada à religiosidade cristã, a sua celebração se popularizou tanto que se tornou parte da cultura brasileira. Hoje, as festas juninas reúnem pessoas das mais diversas crenças em torno de símbolos como a fogueira, as bandeirolas e as comidas típicas.

Sabia que o maior São João do país é o de Campina Grande e que, em 2022, ele chegou a reunir 86 mil pessoas? A festa junina 2023 da cidade paraibana marcará os 40 anos da tradicional comemoração e promete ser ainda mais grandiosa.

Outra curiosidade é que a tradicional quadrilha tem origem nas danças de corte realizadas na Europa e, mais especificamente, na “quadrille”, dança da elite francesa nos séculos passados. As vestimentas volumosas da época foram adaptadas no Brasil por vestidos rodados, feitos de tecidos coloridos.

Festa Junina: decoração e atividades

Em qualquer festa junina, atividades e decorações típicas são fundamentais para dar o tom da ocasião. Por isso, durante a época de festa junina, escolas e gestores devem se preparar com antecedência para não ficarem fora de ritmo. 

Bandeirolas coloridas, decorações em chita e xadrez, itens e chapéus de palha e barraquinhas são as decorações mais típicas dessa época. Já as atividades mais usuais são a promoção de jogos em troca de prendas como a pescaria e os jogos de argola. 

Mas não se esqueça que a sua escola pode encontrar formas criativas de organizar esse festejo. Seja com atividades interdisciplinares no preparo da festa, ou até mesmo incluindo um caráter ainda mais cultural à data, desmistificando estereótipos e englobando elementos de diversas regiões do país.

Uma festa múltipla

A origem de outros itens já tradicionais nos arraiais juninos são diversas, o que deixa a festança ainda mais múltipla e interessante. 

As bandeirolas, por exemplo, o principal elemento decorativo da ocasião, são uma homenagem aos três santos padroeiros das festas. Isso porque, além de São João, comemorado no dia 24 de junho, é no mesmo mês que se celebra o dia de Santo Antônio, a 13 de junho, e de São Pedro, no dia 29.

A fogueira, por outro lado, mais utilizada hoje de forma simbólica ou em festas ao ar livre, é um resquício das culturas greco-romanas e dos celtas, que iniciavam fogueiras para agradecer boas colheitas, mas que também são vistas como um ritual de purificação.

Como organizar uma festa junina na escola

Uma festa recorrente como o São João requer um bom planejamento e um toque de criatividade para que os alunos e familiares não percam o interesse de participar ano após ano. 

Uma boa dica é sempre associar à comemoração a um tema específico, que pode ser a base para a adaptação da decoração, dos figurinos e até das brincadeiras típicas da festa junina tradicional.

Também não se esqueça de ter atrações divertidas para todas as idades. As atividades típicas como correio elegante e jogos de mira podem não ser interessantes para as crianças menores. Nesse caso, avalie a possibilidade de contratar brinquedos infláveis, por exemplo, ou um artista que faça pintura facial.

Envolva a equipe e terceirize quando necessário

Envolver toda a equipe escolar em torno da data é fundamental para que todos se sintam pertencentes e também para que a festança possa acontecer de forma financeiramente sustentável.

No entanto, algumas atividades podem requerer a contratação de terceiros, seja pela sua complexidade, seja pela sua importância. Esse é o caso de serviços de segurança, de plantão para atendimento médico e também de montagem e desmontagem de equipamentos de som e luz. 

Atrações mais grandiosas como shows de música e dança também podem ser contratados. Lembre-se que tudo isso vai impactar no custo da organização da festa e deverá ser refletido no cálculo do valor do ingresso a ser cobrado dos participantes. 

Como ganhar tempo para organizar um arraial escolar

Quando se organiza uma festa junina, decoração é apenas um dos elementos a se ter em mente. A verdade é que um evento dessa dimensão requer bastante planejamento e atenção. 

Além da famosa quadrilha, separada por idade ou por série escolar, é preciso pensar nas comidas e bebidas típicas, na arrecadação de prendas para serem entregues a quem participa das atividades típicas e também no controle da entrada e saída segura dos convidados nos dias de festa. 

Tudo isso requer um precioso tempo que, hoje, pode estar sendo investido em atividades que o isaac poderia estar realizando. Então, vem entender como a gente pode te ajudar a ganhar de volta o tempo que poderia estar sendo usado na organização de um incrível arraial ou em outras atividades importantes ao longo do ano.

O que você achou desse conteúdo?
Mensalidades em dia, o ano todo, sem dor de cabeça
Quero o isaac na minha escola
Gostou do conteúdo? Compartilhe: