Famílias

Dia Internacional da Família é comemorado em 15 de maio

Conheça a importância de celebrar o Dia Internacional da Família e saiba como a participação dos responsáveis na vida escolar dos filhos contribui para o aprendizado

Instituído pela ONU – Organização das Nações Unidas em 1993, o Dia Internacional da Família é comemorado em 15 de maio, com o objetivo de reforçar a importância dessa união de pessoas que – seja por parentesco ou laços afetivos – compartilham a vida juntas.

Tanto por questões históricas quanto sociológicas, o núcleo familiar é uma instituição de grande relevância para toda a humanidade. Afinal, as primeiras interações e relações de qualquer indivíduo começam exatamente com a família, o que contribui para a formação e o fortalecimento da sociedade ao longo dos anos.

A importância da relação família-escola

Se é por meio dessa convivência familiar que uma pessoa vivencia seus primeiros relacionamentos, aprendendo sobre respeito e diálogo, por exemplo, é na escola que essa experiência torna-se ainda mais rica, diversa e dinâmica.

É por isso que especialistas na área são enfáticos ao afirmar que a participação da família na vida escolar dos filhos tem um papel fundamental para o desenvolvimento educacional, pessoal e até mesmo social dos alunos.

Quando os responsáveis demonstram interesse genuíno pelos estudos das crianças e adolescentes e, ainda, se dedicam a interagir mais com a instituição de ensino, geralmente ocorre uma melhora no desempenho escolar.

Isso acontece porque o aluno sente-se mais motivado a aprender, além de ficar mais seguro ao tomar alguma decisão. 

Tudo isso possibilita até mesmo maior facilidade na resolução de conflitos que podem surgir no ambiente escolar, pois ele sabe que em casa terá o apoio dos adultos, que são sua base, para auxiliar na melhor maneira de resolver o problema.

Crianças emocionalmente saudáveis, confiantes e com habilidades para superar os desafios por meio do diálogo, podem construir um mundo mais justo e igualitário.

Dicas valiosas para engajar o relacionamento família-escola

Que tal aproveitar o Dia Internacional da Família para se inspirar e impulsionar ainda mais seu relacionamento família-escola? Confira 7 dicas para estabelecer uma maior participação na vida escolar dos filhos.

1 – Projeto pedagógico

Todos nós sabemos que na primeira visita, geralmente, a escola aborda o projeto pedagógico com as famílias. Mas, com o passar do tempo, será que todo responsável ainda lembra certinho desses detalhes tão essenciais?

Próximo ao fim do primeiro semestre, pode ser uma boa ideia solicitar uma reunião presencial para conversar novamente sobre o Projeto Político Pedagógico

É importante aproveitar a oportunidade para tirar as dúvidas sobre todos os trabalhos desenvolvidos pela escola. É o momento para entender como eles são feitos e com qual finalidade.

Pergunte também sobre as principais atividades realizadas até o momento, quais competências e habilidades têm sido desenvolvidas com a turma e as expectativas para o próximo semestre.

Conhecer todo o ambiente escolar e a equipe pedagógica também são ótimas estratégias para uma maior aproximação. Com o isolamento imposto pela pandemia da Covid-19, essa pode ser a primeira vez que uma família está conhecendo a escola, não é mesmo?

2 – Priorize a comunicação

Caderninho, agenda eletrônica, site, e-mail.... Qual ferramenta funciona melhor para conversar com a escola? Entenda qual o melhor caminho para estabelecer essa comunicação e faça com que ela funcione de maneira clara e objetiva.

Além de contribuir para o engajamento familiar, a comunicação assertiva colabora até mesmo com o processo de ensino e aprendizagem.

3 – Redes sociais

Certamente, a grande maioria dos responsáveis está no Facebook, YouTube ou Instagram e vai gostar de acompanhar por lá um pouco mais do cotidiano do espaço escolar, não é mesmo?

Interaja com as postagens das atividades, das brincadeiras, da hora do lanche... permita-se participar um pouco mais do que os alunos vivenciam na escola!

4 – Reuniões periódicas

Esses encontros periódicos, que precisam ser agendados com certa antecedência para garantir a presença dos responsáveis, são necessários para fortalecer ainda mais a parceria escola-família.

Entender sobre o desempenho e as dificuldades do aluno, tirar as dúvidas, falar sobre os anseios e alinhar as expectativas contribuem para o processo de aprendizado da criança e do adolescente e, ainda, melhora o relacionamento entre os adultos envolvidos nesse processo encantador que é educar uma pessoa.

O Dia Internacional da Família foi instituído pela ONU com o objetivo de reforçar a importância dessa união de pessoas que – seja por parentesco ou laços afetivos – compartilham a vida juntas

5 – Eventos escolares

Após pouco mais de dois anos de pandemia, os estabelecimentos de ensino podem novamente retomar os eventos escolares, como as festas juninas e as feiras de ciência.

Essas comemorações são perfeitas para as famílias entenderem um pouco mais sobre a escola, conhecerem melhor os professores e também conversarem sobre as demandas escolares que surgem no dia a dia. Anote na agenda e participe dessas celebrações!

Dia da Família na escola

Ao longo dos últimos anos, tem crescido o número de instituições de ensino que optam por celebrar na escola o Dia da Família e não mais o Dia das Mães e o Dia dos Pais.

Afinal, a formação familiar é diversa, sendo que nem toda criança pode se sentir representada nas datas mais tradicionais. Por isso, comemorar o Dia Internacional da Família é uma opção cada vez mais inclusiva!

Entenda o porquê da criação do Dia Internacional da Família

É preciso lembrar que alguns problemas sociais e transformações radicais afetam essa instituição, tão importante e necessária.

As duas guerras mundiais, por exemplo, provocaram a morte de milhões de pessoas, vitimando jovens soldados e a população civil.

O aumento da longevidade também chama a atenção. Em vários países, têm expandido o número de idosos, porém, não há um equilíbrio com a quantidade de jovens que possam ocupar funções de trabalho.

Segundo dados do Euromonitor, Portugal está entre as nações com maior população na faixa da 3ª idade e, por isso, tem facilitado a política de imigração, justamente na tentativa de reverter a tendência de despovoamento do país.

As mudanças que atravessam as gerações, contribuindo para que avós, pais e filhos não tenham mais uma ampla convivência, também são apontadas como um fator que pode abalar os núcleos familiares.

O uso cada vez mais intenso das tecnologias, as novas modalidades e formatos de trabalho e a constante diminuição do tamanho das moradias, são fenômenos que acabam favorecendo um maior distanciamento entre pessoas que pertencem a um mesmo grupo.

Para a ONU, todos esses percalços podem afetar – direta ou indiretamente – o núcleo familiar, favorecendo o número de crianças abandonadas, aumentando as taxas de alcoolismo, violência doméstica e até mesmo gravidez precoce.

Foi pensando em proteger a sociedade contra esse cenário tão desafiador que organização internacional teve a iniciativa, durante uma assembleia, de estabelecer o dia 15 de maio como o Dia Internacional da Família.

isaac indica

Conteúdos que a gente acha que você pode gostar:

Como fortalecer os laços entre sua escola e as famílias?

Atendimento humanizado na escola: como ter um?

This is some text inside of a div block.

Receba nossa newsletter

Obrigado! Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Ops! Algum erro ocorreu ao cadastrar o seu e-mail.