Usamos cookies para personalizar e melhorar a sua experiência.
Para saber mais, consulte a nossa Política de cookies.

Fechar

Está curtindo o conteúdo?

O Boletim isaac entrega semanalmente, na sua caixa de entrada, mais materiais como esse.
Inscreva-se aquiNão quero me inscrever.
Gestão

Gestão Escolar: O que é? Pilares, Principais Modelos e Desafios

A gestão escolar ajuda a engajar a comunidade com a instituição, além de permitir que ela otimize o seu ensino a partir de um bom gerenciamento financeiro, pedagógico e de pessoas.

Publicado em
3/5/2024
08 min
💡 Dica: se a palavra estiver azul, ela é clicável e te leva ao link com mais detalhes!

Sabe-se que a educação é a base para o futuro de qualquer indivíduo e da sociedade como um todo. Mas, alcançá-la, exige muito mais do que as salas de aula e os professores. É nesse contexto que a gestão escolar assume um papel fundamental.

Mais do que mera administração, esse tipo de gerenciamento busca garantir um ambiente propício para o desenvolvimento integral dos estudantes, desde o planejamento pedagógico até a infraestrutura da escola, passando pelo gerenciamento de pessoas e recursos.

Pensando nisso, preparamos um guia com tudo o que você precisa saber sobre a gestão escolar, desde os pilares fundamentais até as funções de liderança escolar. Veja!

Mas, afinal, o que é gestão escolar?

Quando pensamos sobre a organização na escola, muitas vezes olhamos apenas para o processo de ensino-aprendizagem. Mas, além disso, existem outros aspectos importantes a serem considerados.

Um deles é a gestão escolar, sendo ela um conjunto de práticas e processos, como o gerenciamento financeiro e a gestão pedagógica, que visam coordenar e impulsionar o ensino. Com esse tipo de gestão, a escola tem uma base para trabalhar o seu desenvolvimento sustentável.

Vale reiterar que muita gente confunde essa gestão com a administração. Embora relacionadas, existe uma diferença entre administração e gestão escolar. A administração busca realizar atividades para a escola por meio do planejamento e do controle de recursos. Já a gestão, está mais relacionada a conduzir os aspectos humanos, estratégicos e organizacionais para uma melhoria do ensino.

Quais são os tipos de gestão escolar?

Podemos separar os tipos de gestão escolar em 4 principais modelos: gestão centralizada e a gestão participativa, são as mais conhecidas.

A gestão escolar centralizada é o modelo tradicional, no qual a tomada de decisões é concentrada na diretoria e cada membro da equipe possui responsabilidades definidas.

Por outro lado, a gestão escolar participativa busca envolver ativamente os pais, os responsáveis e os colaboradores, de modo que eles tenham a oportunidade de influenciar as diretrizes da instituição.

Essa forma de participação também é conhecida como gestão escolar democrática, e permite que toda a comunidade escolar fique mais engajada e dedicada para promover melhorias na instituição.

Quais são os pilares da gestão escolar?

A gestão escolar abrange uma variedade de áreas e responsabilidades que contribuem para o sucesso da escola. Essas áreas são ilustradas nos principais fatores da gestão escolar. Veja, a seguir, quais são elas!

Gestão pedagógica: garante o cumprimento dos objetivos pedagógicos e o desenvolvimento dos alunos, sendo responsável pela organização do sistema acadêmico, definindo diretrizes curriculares, métodos de ensino e avaliação;

Gestão de pessoas: área responsável pelo recrutamento, pela seleção, pelo desenvolvimento e pela retenção de talentos, incluindo professores, funcionários e equipe administrativa, promovendo um ambiente de trabalho positivo e colaborativo;

Gestão de comunicação: fortalece a relação entre a escola e a comunidade, promovendo a participação e o engajamento de todos os envolvidos no processo educativo, incluindo alunos, pais, professores, funcionários e comunidade;

Gestão financeira: administra os recursos financeiros da escola, incluindo planejamento, orçamento, controle de despesas e investimentos. É fundamental,  para a viabilidade do colégio, assegurando os recursos necessários para o ensino e para a aplicação de melhorias;

Gestão de tempo: pilar essencial para aumentar a eficiência das atividades escolares, permitindo o planejamento estratégico do uso do tempo e priorizando tarefas importantes para os objetivos educacionais.

Esses pilares são fundamentais para o sucesso e para a excelência no ambiente escolar, garantindo uma educação de qualidade e uma gestão eficiente que atenda às necessidades de todos os envolvidos.

Qual é a importância da liderança na gestão escolar?

Os responsáveis pela gestão escolar têm a função de guiar a instituição em seus determinados campos de atuação, com o objetivo de promover um ambiente propício ao aprendizado e ao desenvolvimento dos alunos.

Para isso, é preciso que a gestão escolar seja composta por algumas funções imprescindíveis para o seu funcionamento. Veja, abaixo, quais são!

Diretor: principal responsável pela gestão da escola, ele é o líder da equipe escolar e é responsável por tomar decisões importantes sobre a organização e o funcionamento da escola;

Orientador educacional: responsável por apoiar os alunos em seu desenvolvimento pessoal e social, assim como orientá-los em suas escolhas profissionais;

Coordenador pedagógico: coordena o trabalho dos professores e garante a qualidade do ensino, além de ser responsável por elaborar o projeto pedagógico da escola;

Conselho escolar: órgão que representa a comunidade escolar, sendo responsável por acompanhar a gestão da escola;

Mantenedor ou proprietário: pessoa ou entidade responsável pela administração da escola, garantindo os recursos financeiros e materiais necessários para o seu funcionamento;

Líder/gestor escolar: profissional responsável por liderar e coordenar a equipe escolar, garantindo que todos os envolvidos estejam trabalhando em conjunto para o sucesso da instituição.

Com isso, é possível ver que as funções na gestão escolar são cruciais, cada uma desempenhando um papel específico para o sucesso da escola.

Principais funções de um gestor escolar

Como vimos anteriormente, o principal objetivo de um gestor é garantir o sucesso educacional. Entretanto, as suas funções vão muito além disso. Por exemplo, uma das suas responsabilidades primordiais é a captação de alunos que envolve estratégias para atrair novos estudantes.

Além disso, o gestor é encarregado de estabelecer metas e objetivos claros para a escola, além de liderar a elaboração de projetos pedagógicos e assegurar o cumprimento de políticas educacionais para promover uma educação integral e de qualidade.

Ele também deve planejar as rotinas administrativas, como horários e distribuição de recursos, além de obter uma previsibilidade financeira das finanças escolares para garantir a utilização dos recursos financeiros da escola adequadamente.

Por fim, a existe a função de promover a integração entre docentes, discentes e familiares, criando um ambiente colaborativo e inclusivo que evita a evasão escolar dos alunos e impulsiona o engajamento da comunidade.

Desafios contemporâneos na gestão escolar

Em um cenário de avanços tecnológicos e de ampla acessibilidade à informação, a gestão escolar enfrenta novos desafios a serem superados. Para isso, ela deve estar sempre atenta às inovações que influenciam a sua comunidade.

Entre eles tem a inadimplência escolar, que é quando os responsáveis financeiros (RFs) não pagam as mensalidades. Este evento pode ocorrer por diversos motivos, principalmente a falta de comunicação entre os docentes e os responsáveis.

Além disso, as metodologias de ensino também enfrentam desafios. Com a quantidade de informações que os alunos têm a seu dispor, é mais desafiador manter a atenção e o engajamento da comunidade. Isso exige a adoção de ferramentas digitais e metodologias ativas que façam o aluno interagir novamente.

Por fim, a gestão escolar deve estar preparada para lidar com questões sociais e emocionais que afetam os estudantes. Isso envolve não apenas o suporte acadêmico, mas,  também, o apoio ao bem-estar emocional dos alunos, criando um ambiente seguro onde eles possam prosperar.

Conhecer esses os desafios da gestão escolar é essencial para, assim, implementar as estratégias de gestão escolar de modo que facilitem a interação entre todos os membros da comunidade escolar e promovam um ambiente colaborativo.

Conheça algumas ferramentas de gestão escolar: conte as vantagens da Isaac

Em um cenário educacional cada vez mais dinâmico e desafiador, uma gestão escolar eficiente é essencial para garantir o sucesso da instituição. Nesse contexto, conhecer e utilizar ferramentas especializadas é fundamental para otimizar processos e alcançar melhores resultados. 

Uma dessas ferramentas é o Isaac, uma plataforma escolar completa que oferece soluções para diversos aspectos da gestão educacional.

O principal destaque do Isaac vai para a plataforma de gestão financeira escolar, que auxilia no gerenciamento de pagamentos e oferece recursos, como a gestão da inadimplência e segurança financeira, simplificando todo o processo de cobrança e facilitando a administração financeira da escola.

Se você gostou do artigo, compartilhe o conteúdo e aproveite para conhecer as principais ferramentas de gestão escolar para você aplicar na sua instituição!

O que você achou desse conteúdo?
Mensalidades em dia, o ano todo, sem dor de cabeça
Quero o isaac na minha escola
Gostou do conteúdo? Compartilhe: