Usamos cookies para personalizar e melhorar a sua experiência.
Para saber mais, consulte a nossa Política de cookies.

Fechar
Escolas

Qual a importância das férias de julho em 2022?

Este ano, o descanso do mês de julho tem uma importância ainda maior para uma gestão escolar de sucesso

Por SOS Educação

Passamos o primeiro semestre de 2022 buscando maneiras de lidar com as lacunas de aprendizagem que ficaram para os alunos, como consequência da pandemia da Covid-19. Além das angústias e anseios que as famílias têm relatado também.

Agora é a hora de pensar no mês de julho como um momento especial. Fazer destas férias do meio de ano um intervalo para ajudar a equipe pedagógica a recarregar a energia e recuperar, ao menos, parte do equilíbrio emocional que, infelizmente, há tempos está tão debilitado.

Essa época sempre tem aquele gostinho de “um intervalo curto para recarregar a energia e dar conta do segundo semestre”, e para esse ano, essa parada é ainda mais essencial.

Depois de tanto tempo vivendo sob a angústia e as incertezas que a pandemia da Covid-19 gerou, estamos todos “operando” abaixo do nosso potencial pleno: alunos, professores, funcionários da escola e equipe de gestão.

Apesar de termos consciência do impacto que os últimos dois anos trouxeram para todos nós, acabamos por manter o foco dos esforços no acolhimento e cuidados com os alunos. 

Isso é muito necessário e faz todo sentido, já que somos os adultos responsáveis por garantir a segurança e aprendizado de nossas crianças e adolescentes.

Muitas pesquisas mostram, contudo, a importância de cuidados especiais para acolher os professores na recuperação da saúde emocional que ficou abalada pelo estresse enfrentado por um período tão longo. E não houve tempo para dar a atenção que a equipe pedagógica da escola merece. 

Foi preciso seguir adiante, ainda que os sinais de esgotamento possam ser percebidos no dia a dia da escola.

Segundo uma pesquisa realizada pela fundação americana Kaiser Family Foundation, os índices de ansiedade e depressão quadruplicaram entre adultos que trabalham na área da Educação - números alarmantes em relação à saúde mental dos professores, e que precisam ser levados em consideração.

Clique aqui se quiser ler a pesquisa na íntegra no site da KFF!

Confira a seguir algumas sugestões que podem tornar as férias de julho um grande trunfo para o fim do ano letivo de 2022.:

As (pequenas) férias que os professores merecem

É importante se programar e garantir que todos os colaboradores da equipe pedagógica tenham, ao menos, duas semanas de recesso, sem levar trabalho para casa. Para tornar isso possível, a equipe de gestão precisa dividir responsabilidades e pensar a longo prazo. 

Por mais que as férias de julho representem um período de planejamento e organização escolar, sem um intervalo para recarregar a bateria, o segundo semestre, que já é um período mais cansativo, vai se tornar menos produtivo e com maior probabilidade de conflitos e afastamentos por motivo de saúde.

Disponibilize profissionais qualificados para cuidar da saúde física e mental

Fazer parceria com clínicas e profissionais da área da saúde física e mental, e oferecer algum tipo de incentivo para que os professores façam uso dos benefícios oferecidos para terapia, massagem, atividade física etc, pode ser uma ótima iniciativa.

Isso mostra que a sua escola se importa com a saúde de seus colaboradores e que está disposta a ajudá-los a enfrentarem seus problemas. 

Proporcione momentos de lazer e descontração entre a equipe

O que acha de organizar dois encontros para o fechamento do semestre? No primeiro, traga um profissional da área de saúde mental para falar sobre a importância do autocuidado e do tempo dedicado a reabastecer a energia. 

Já no segundo, celebre a vitória que significa chegar ao final de um período que marcou o retorno às aulas presenciais com tantos desafios. 

Reconhecer o esforço de cada membro da equipe e celebrar a vida. Esses dois pontos vão fazer a diferença para que os colaboradores tirem seus dias de recesso sem o peso que estão carregando há meses.

Crie um canal de comunicação entre todo o time

Para aumentar o nível de interação com o time, abra um canal de comunicação para que possam falar sobre seus sentimentos, como angústias, medos, frustrações, surpresas e alegrias relacionadas ao semestre que passou. 

Por exemplo, deixe uma caixa na sala dos professores onde possam colocar esses desabafos em forma de bilhetes, caso não se sintam confortáveis em falar abertamente. É importante que cada um decida se quer se identificar ou colocar de forma anônima os seus comentários. 

Esse material é uma fonte riquíssima para enriquecer as reuniões pedagógicas no retorno das férias. Recomeçar sabendo que foi ouvido e participar da busca por melhorias na sua escola funciona como uma injeção de esperança e energia para o novo semestre.

Grupos de apoio e pesquisas podem ser legais

Nesse momento, muitas pessoas podem passar as férias sozinhas, por isso é importante se atentar para não deixar ninguém só. Organizar grupos dentro da equipe pedagógica, que se comprometam a fazer contato com os outros membros do próprio grupo durante as férias ajuda a lembrar que ninguém está sozinho

Para muitos, o trabalho é a única fonte de satisfação pessoal, reconhecimento ou sentimento de importância. Esse contato com algumas pessoas ajuda a manter o sentimento de pertencimento.

Converse com outros gestores

Conversar com outros gestores escolares e trocar boas práticas que possam ser adaptadas para a sua escola também pode ajudar a turbinar as férias de julho como um mês de autocuidado. É sempre bom conhecer outras técnicas que estejam dando certo e aplicar à realidade da sua equipe.

Ter um parceiro facilita bastante a gestão escolar de sucesso

Nós, que trabalhamos com Educação, sabemos que as agendas vivem lotadas e mal temos tempo de parar para respirar. Mas saiba que você pode contar com um parceiro para ajudar a abrir espaço para o que somente você pode fazer. 

Assim o próximo semestre será mais leve e você, gestor escolar, poderá se dedicar ainda mais à missão de educar! Além disso, os resultados virão no desempenho dos alunos, satisfação das famílias, envolvimento dos professores e equipes de outras áreas da escola. 

Se estiver procurando por esse parceiro, saiba que pode contar o isaac: a maior plataforma de serviços financeiros feita para escolas

O isaac impulsiona a sua instituição de ensino e proporciona mais flexibilidade de pagamentos para as famílias. O objetivo é facilitar a gestão financeira, acabando com a sua dor de cabeça, assim você se dedica ainda mais na educação dos alunos e ainda consegue tirar os planos do papel. 

Visite o site, converse com o  time, sem compromisso, e veja como se tornar uma escola parceira.


(Bônus) Um segredo para uma gestão de sucesso

Mas para que tudo isso funcione e traga efeitos positivos para a sua escola no segundo semestre, faltou um ponto importantíssimo. Você consegue adivinhar qual é?

O segredo para uma gestão de sucesso, como diz o aviso sempre repetido nos aviões, é lembrar que você também precisa ajustar a sua máscara de oxigênio, para que consiga ajudar as outras pessoas.

Lembre-se de cuidar de si mesmo, tirar um tempo para repor sua energia física e mental, colocar sua família como prioridade, dormir um pouquinho mais, caminhar ao ar livre, combinar um happy hour com amigos e tudo aquilo que possa parecer impossível inserir na sua rotina. 

Fazer tudo isso só depende do quanto você consegue olhar para si mesmo com a empatia e responsabilidade que dedica a tantas outras pessoas, como alunos e suas famílias, professores, funcionários e sua própria família.

Sim, o mês de julho precisa ser especial para você também. Caso contrário, todo o segundo semestre pode se tornar uma missão impossível para alguém que é essencial na escola: você mesmo!

Mensalidades em dia, o ano todo, sem dor de cabeça
Quero o isaac na minha escola

Receba nossa newsletter

Obrigado! Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Ops! Algum erro ocorreu ao cadastrar o seu e-mail.