Escolas

Quais ações contribuem para uma gestão educacional positiva?

A administração eficaz de uma escola deixa as famílias mais seguras e confiantes, contribuindo para o sucesso na captação e retenção de alunos

Planejar as mudanças que são necessárias para beneficiar alunos e professores. Traçar estratégias para estreitar a relação com as famílias. Refletir sobre as melhores decisões para que os resultados apareçam.

Todas essas ações, que contribuem para uma gestão educacional positiva, passam pelas mãos dos diretores de escola, que precisam adotar alguns importantes processos no dia a dia para conseguir realizar esse trabalho tão relevante com excelência. 

Afinal, quando a gestão escolar é bem feita, é notório que os responsáveis pelos estudantes sentem-se mais seguros e confiantes, não é mesmo?

Outro ponto super valioso é que conquistar a satisfação da comunidade escolar contribui para uma maior taxa de sucesso na captação e retenção de alunos. E a somatória disso tudo resulta em uma instituição que se destaca cada vez mais dos concorrentes!

Porém, nós sabemos que percorrer todo esse caminho e cumprir com as altas demandas do cotidiano da rotina escolar não são tarefas fáceis. E é justamente por isso que estamos aqui: para impulsionar as escolas!

Confira as dicas que preparamos para vocês sobre as principais ferramentas para uma gestão eficiente.

 

Como conseguir realizar uma gestão educacional eficiente?

Conquistar uma administração escolar positiva e, ainda, ter sucesso na aprendizagem dos alunos dependem exclusivamente do processo de gestão escolar. Do início ao fim, diretores e mantenedores precisam pensar e executar ações com maestria.

Como você já sabe, esse planejamento precisa ser muito bem definido e deve abranger todas as áreas da escola, da pedagógica até a financeira.

Apesar de nem sempre ser simples, é possível deixar todas as etapas que envolvem o cotidiano de uma instituição de ensino menos morosa. Para isso, estabeleça inicialmente quais são os pontos de responsabilização do gestor.

Depois, elabore um diagnóstico educacional. Busque responder quais são as principais necessidades para o desenvolvimento dos alunos e identifique as possíveis causas de dificuldade de aprendizagem.

Lembre-se de incluir na planificação indicadores de sucesso e metas. Neste momento, vale conversar com a equipe de coordenadores para alinhar quais são os objetivos e traçar as melhores estratégias para alcançá-los.  

Mesmo sendo uma questão um tanto quanto delicada e difícil para muitos diretores, a gestão financeira precisa ser incluída detalhadamente nesse planejamento.  

E está tudo bem recorrer a uma ajuda profissional para desempenhar essa parte, ok?

Equilíbrio entre a teoria e a prática

Mais do que avaliar os recursos disponíveis, sendo eles humano, material e financeiro, um dos segredos para uma boa gestão escolar é conseguir encontrar o equilíbrio entre a teoria e a prática.

Nesse sentido, é possível atingir a eficiência a partir da capacidade de gerar resultados mesmo que utilizando poucos recursos, levando em consideração os custos e benefícios das demandas que surgirem.

Para chegar nos resultados pretendidos, também é imprescindível ser efetivo. Então, coloque no papel, ou na planilha, todas as estratégias que são necessárias para conquistar o objetivo. Trace uma meta e siga com seu propósito.

A eficácia de todo o plano pode ser mensurada analisando os resultados alcançados, se os prazos foram cumpridos e se todos os processos adotados foram suficientes para resolver os problemas.

Visando o equilíbrio entre todas essas práticas, é fundamental ter em mente que a qualidade de execução de cada etapa influenciará diretamente naquilo que é mais importante para uma instituição de ensino: a construção de uma gestão educacional positiva.

Lembre-se que seu maior intuito é impulsionar o ensino de qualidade, respeitando a vivência e autonomia escolar de cada aluno. E para que isso ocorra plenamente, a administração da escola deve ser organizada, ágil e dinâmica. 

Diagnóstico educacional é buscar responder quais são as principais necessidades para o desenvolvimento dos alunos e identificar as possíveis causas de dificuldade de aprendizagem

Confie na sua equipe e melhore a comunicação

Você já colocou na listinha quais são suas responsabilidades quanto diretor escolar, não é mesmo? Que tal agora pensar em descentralizar a gestão?

Isso mesmo! Você não precisa, nem seria saudável, dar conta de tudo sozinho. Você conta com um time especializado atuando em áreas específicas, certo? Então, não há motivos para continuar centralizando apenas em você todas as decisões.

 

Cada colaborador pode liderar um projeto e manter a gestão educacional informada durante encontros periódicos, onde são apresentados a resolução dos problemas, metas que já foram alcançadas e os obstáculos que ainda precisam ser vencidos.

Delegar os serviços contribui para desafogar um pouco sua agenda de gestor escolar e, o melhor de tudo, deixa a equipe motivada! Os profissionais talentosos terão ainda mais disposição para colaborar com o bom funcionamento da instituição.

O sucesso dessa empreitada também está estritamente relacionado ao ambiente de confiança que precisa ser criado. Confiar na equipe é fundamental para uma boa gestão escolar.

E tem mais um fator que é essencial: já reparou que qualquer setor é muito mais produtivo quando há uma comunicação clara, assertiva e objetiva entre todas as pessoas envolvidas, não é mesmo?

Sendo assim, esclareça com periodicidade todas as dúvidas, marque reuniões com antecedência, dê feedbacks e esteja aberto para críticas e sugestões.

Conheça cada funcionário, saiba quais são os pontos fortes e os que podem ser melhorados. Afinal, você precisa de um time unido e que tenha o mesmo sonho: impulsionar a educação e promover um ensino com excelência.

Gestão financeira apropriada

Como já falamos por aqui, um item bem importante e que precisa fazer parte do seu planejamento é estruturar uma gestão financeira apropriada. Esse item merece um cuidado todo especial, pois exige muito mais que habilidade administrativa.

 

Precisa de tempo, dedicação, controle, análise de dados... e, na correria entre tantos compromissos, fica difícil conseguir encontrar um horário para alinhar essa parte, não é mesmo?

Entretanto, existe uma maneira incrível para que você consiga ter mais tempo e focar naquilo que, certamente, é o que mais gosta de fazer e tem mais afinidade: a gestão escolar. O isaac pode te ajudar com a gestão financeira da sua escola, proporcionando mais previsibilidade de caixa e mensalidades em dia sem dor de cabeça, além de reduzir  a inadimplência.

Saiba mais sobre o isaac, acesse o nosso site.

isaac indica

Conteúdos que a gente acha que você pode gostar: 

5 erros que você não deve cometer na gestão escolar

5 características da gestão escolar de sucesso

Por que os gestores devem se manter atualizados?

This is some text inside of a div block.

Receba nossa newsletter

Obrigado! Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Ops! Algum erro ocorreu ao cadastrar o seu e-mail.