Usamos cookies para personalizar e melhorar a sua experiência.
Para saber mais, consulte a nossa Política de cookies.

Fechar

Está curtindo o conteúdo?

O Boletim isaac entrega semanalmente, na sua caixa de entrada, mais materiais como esse.
Inscreva-se aquiNão quero me inscrever.
Gestão

8 tendências para o futuro da educação em 2024

isaac e Escolas Exponenciais se unem para detalhar o cenário do setor, em nível nacional, regional e estadual, e assim apontar caminhos para o futuro do setor

Publicado em
11/12/2023
06min
💡 Dica: se a palavra estiver azul, ela é clicável e te leva ao link com mais detalhes!

Não existe um único setor da economia que não esteja sendo transformado pela digitalização de processos, resultado de uma série de fatores. Eles incluem a adoção da Inteligência Artificial (IA), as rotinas híbridas de trabalho, os novos hábitos de consumo, as demandas sociais e ambientais e a transformação das habilidades mais desejadas pelo mercado de trabalho.

Com a Educação não é diferente. As instituições de ensino são diariamente desafiados pelas novas tendências. E também por complexidades adicionais, incluindo as novas expectativas da sociedade para o processo de formação de seus jovens. 

Mas este cenário desafiador carrega consigo uma série de oportunidades. Para conhecê-las e explorar o melhor das alternativas que elas apresentam, é importante entender o cenário atual, assim como identificar  tendências para o futuro – mais especificamente o ano de 2024 que se inicia.

Foi com este objetivo que o isaac, a maior plataforma de soluções financeiras feita para escolas, se aliou à Escolas Exponenciais, uma instituição independente criada para ajudar o mercado das escolas de ensino privado no Brasil. 

O objetivo era traçar um panorama detalhado baseado no Censo Escolar, com dados reais para consulta e informações em níveis regionais e estaduais - afinal, o país abrange uma vasta diversidade de perfis demográficos, culturais e sociais.


Tendências para o futuro da educação

O resultado está disponível no e-book gratuito “Tendências Educacionais de 2024: Indicadores e perspectivas para a Educação”. Conheça agora algumas das conclusões apontadas pelo levantamento. Elas apontam caminhos para a gestão das instituições de ensino em 2024.

1. A crise está passando

Fica claro, quando se olha para os números detalhados no e-book, que há um movimento de recuperação do setor privado, depois da queda de matrículas em decorrência da crise sanitária. 

De mais de 38 mil escolas privadas na educação básica em 2021, o setor chegou a quase 39 mil em 2022, voltando ao patamar de 2020. Além disso, o número de matrículas, 7,4 milhões, superou os valores de 2020, após uma queda expressiva em 2021. 

Sinal de que as escolas seguem investindo em estratégias sofisticadas de matrícula e rematrícula, mas também de que a economia tem retomado um cenário de estabilidade que habilita as famílias a investir na educação das crianças.

2. Há qualidade em todo o país

Como aponta o levantamento, o Censo Escolar 2022 confirma que existe uma enorme riqueza das experiências pedagógicas produzidas no Brasil. A diversidade de opções com alto padrão pedagógico é tão grande que as dez melhores instituições de ensino do país estão espalhadas por sete cidades diferentes.

São elas: São Paulo (SP), Duque de Caxias (RJ), Teresina (PI), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Porto Alegre (RS) e Barueri (SP).

3. O ensino bilíngue mudou

Na avaliação de Luis Laurelli, diretor educacional do isaac, as escolas de idiomas têm sido desafiadas a se reposicionar, na medida em que as instituições de ensino tradicionais têm reforçado suas práticas bilíngues. 

Por outro lado, a tendência de redução pela procura de instituições de ensino dedicadas a lecionar exclusivamente línguas estrangeiras pode ser minimizada pela oferta de cursos online, dedicados a demandas específicas dos alunos de diferentes idades.

4. O ensino é digital 

Enquanto a IA, em especial a generativa, vai ganhando espaço dentro de sala de aula, os professores se vem diante de um momento inédito, em que novas plataformas tecnológicas diluem as fronteiras entre o físico e o digital e entregam a

formação mais completa e personalizada.

5. A gestão também é digital

A tecnologia também apoia o gerenciamento da instituição de ensino, que pode contar com novas ferramentas para ganhar agilidade e eficiência na gestão em diferentes aspectos, dos Recursos Humanos ao financeiro.

Quando se trata do relacionamento com os responsáveis financeiros, aliás, o isaac disponibiliza uma plataforma completa para ajudar os pais a fazer os pagamentos, da forma como for mais adequada a cada mês.

Para as escolas, o isaac garante as mensalidades em dia e cuida do relacionamento com os inadimplentes, o que gera eficiência e satisfação e libera as equipes internas para cuidar de outros processos. 

6. O foco está na solução de problemas

Também citado no relatório do isaac com o EX, o Trend Forecast Report 2022, do Google for Education, aponta que há, no mundo, um aumento expressivo da demanda por solucionadores de problemas globais, que têm se tornado a cada dia mais complexos e demandam propostas multisetoriais para curto, médio e lono prazo.

Nesse contexto, os sistemas educativos tendem a se tornar uma parte central da solução, ajudando as gerações futuras a abraçar mentalidades e conjuntos de habilidades. Para isso, é preciso abraçar uma mudança nos conjuntos de habilidades necessárias para o trabalho.

7. Infraestrutura demanda investimento contínuo

Quando se olha para os números regionais e estaduais que constam do e-book, fica claro que algumas demandas tradicionais em infraestrutura se mantêm altamente relevantes. É o caso do pátio, da área para recreação e educação física, da cozinha. São áreas que precisam ser mantidas, o que demanda um cuidado contínuo.

Mas também é fundamental avançar, e as instituições de ensino brasileiras entenderam essa demanda.  Há demandas por acesso a internet, notebooks ou tablets para alunos, lousas digitais, plataformas de ensino remoto, atuação constante nas redes sociais – que agregam esforços do setor de Marketing

Para garantir a manutenção e a ampliação da infraestrutura de atendimento, as escolas precisam se previsibilidade financeira, o que representa um desafio enorme para o setor. E aí que o isaac se posiciona para contribuir.

8. O isaac apoia a gestão

Mais de 1500 escolas parceiras de norte a sul do país, mais de 400 mil famílias impactadas em todo território nacional, mais de R$ 3 bilhões garantidos às escolas em dia e aumento de 9% no número de alunos matriculados.

Estes são alguns dos números expressivos apresentados pelo isaac. Sinal de que a proposta de apoiar as escolas na gestão financeira tem sido bem aceita pelas instituições de ensino.

Além de apoiar o pagamento de mensalidades, o isaac entrega uma plataforma com total transparência e controle financeiro, além de secretaria digitalizada e um ecossistema de soluções que apoia o crescimento de cada escola, de acordo com sua própria realidade.

Assim, a escola pode inovar na administração, com tempo para implementar soluções inovadoras.


isaac indica

Conteúdos que a gente acha que você pode gostar:

Clique aqui para baixar o e-book Panorama isaac + escolas exponenciais: Tendências Educacionais de 2024: Indicadores e perspectivas para a Educação

O que você achou desse conteúdo?
Mensalidades em dia, o ano todo, sem dor de cabeça
Quero o isaac na minha escola
Gostou do conteúdo? Compartilhe:
Você foi cadastrado com sucesso!
Preencha o formulário corretamente.